On the Screen: Gungrave

Gungrave começa no que parece ser um futuro pós-apocalíptico dominado por uma organização onde cabe a um pistoleiro proteger uma jovem e destruir monstros. Sim, o inicio parece ser algo bem genérico, mas o anime passa muito longe disso.

Gungrave apesar de ser ação possui uma carga de drama relativamente grande. Eu diria que o anime parece a mistura de 2 obras distintas, que acabaram se complementando.

Após o episodio 1 você é jogado na historia de verdade. Esqueça o herói com roupa massa, esqueça os monstros, esqueça o cenário. A partir deste momento você estará vendo o passado de 2 delinquentes,  Brandon Heat e Harry MacDowel.

Primeiramente a impressão que a obra passa é deste ser apenas um Flashback para explicar uma pequena parte do passado de Brandon, porem nesse verdadeiro inicio nos e mostrado o relacionamento de vários personagens em um mundo bem mais alegre, apesar de ainda ser duro.

Mas onde entra toda aquela tecnologia, o visual de brandon, os monstros, etc? Essas questões que dão um combustível extra a historia nos fazendo seguir em frente neste inicio onde nada parece ter a ver com os acontecimentos previamente mostrados.

Mas este não é o único atrativo da serie. Como já disse antes, o drama se sobressai a ação, pois des do inicio este mundo é banhado em mortes e corrupção, que levam brandon e Harry a entrarem para a máfia, onde tentam subir na vida ao mesmo tempo que amadurecem.

A evolução e o carisma dos personagens é incrível, fazendo você realmente sentir algo por eles e obrigando a escolher um lado. Sei que muitos vão discordar de mim, mas digo isso pois não existe bem ou mal nesse enredo se formos olhar a fundo.

Eu mesmo considero o vilão o personagem mais humano da obra e o melhor trabalhado, se é que posso chama-lo de vilão, pois não tem como chamar uma vingança de heroísmo por mais que o “herói” destrua armas de fabricação em massa e proteja uma jovem, pois ele mesmo matou milhares sem se importar.

Eu diria que o que temos nessa obra são mudanças de caráter que se devem a situações, sendo muitas dessas extremas. O grande culpado no fim e a corrupção do caráter humano.

O enredo gira inicialmente sobre a máfia e como ela agi para depois dar uma súbita reviravolta e mudar para uma vingança descontrolada que gera a cena apresentada do inicio da trama. Este episodio inclusive é reconstruído visto por outro ponto de vista assim não so recapitulando mas nos explicando como tudo levou aquele momento.

Nessa ultima parte do anime a ação predomina fazendo talvez ate nos esquecermos um pouco do drama, que não some por completo, para nos atirar em um final super dramático digno de uma tragédia grega.

Se você estava querendo so uma chuva de tiros sugiro buscar outro anime pois Gungrave nos fala da vida de 2 homens, de romances platônicos, vingança, entre outros. Todo o resto não passa de um atrativo a mais que por incrível que pareça combinou muito bem com o resto tornando Gungrave uma obra fantástica e muito bem trabalhada.

Texto publicado originalmente em 18/10/2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.