On the Screen: Hell and Back – Stop motion adulto

Hell and Back talvez seja a animação que mais me decepcionou em um bom tempo. Fui atrás do filme buscando um longa em stop motion voltado para adultos, e sem dúvida ele entrega isso. A animação é quase impecável, possuindo momentos bem fluidos e um visual que combina bem com o tema. Porém não era necessária. Afinal se trata de uma comedia focada mais nos diálogos que na apresentação, o que poderia ter sido feito com menos esforço através de animação digital.

A escolha por animar modelos de massinha se dá pela tradição da empresa responsável pelo filme, a ShadowMachine Films. Mesmo grupo que criou a icônica serie Frango Robo, sucesso absoluto do bloco Adult Swin do Cartoon Network. Logo não é de se estranhar que o Stop Motion apresentado e de extrema qualidade. Porém o nome da companhia também remete a outro ponto, comedia de qualidade.

E é nessa hora que entra a decepção. Quando se tem um longa focado mais nos diálogos e uma cena de comedia física e o ponto alto, algo certamente esta errado. As piadas são muito sem graça, bobas e em alguns momentos apelativas demais. Diria que até clichês. E vale ressalvar que muitos críticos caíram duramente ponto desse filme. Piadas sobre estupro e sexo.

Não vou dar uma de moralista e dizer que toda piada tem de se adequar aos ideais da sociedade. Pelo contrário. Para mim dark comedy e simplesmente hilário se bem feito, o que não é o caso. Pois como disse a pouco é algo apelativo, que parece que foi posto ali apenas para suprir a cota de “ei, somos um filme para adultos” e que no fim se repete tanto que se torna algo maçante. Insuportável. Um clichê dentro do universo da própria obra.

Afundando o filme de vez temos o enredo. Um ponto que poderia sim salvar o título, mas que é quase nulo, apesar de seu início inspirado. Hell and Back começa em um parque de diversões falido, com algumas piadas ligeiramente engraçadas que setam o tom do filme e a personalidade dos principais. Então um deles faz merda, obviamente, e acaba se criando um portal numa cena dark & edge bem épica.

Nessa um dos rapazes e sugado para o inferno. Vemos então um certo desespero em seus colegas, com um drama muito bem-vindo e teor cômico certeiro. Porem assim que os outros dois partem na jornada de resgate a coisa desanda.

A animação como já disse é excelente, mas recebe pouco espaço para brilhar. Os dubladores e personagens, com exceção dos dois principais e do demônio rei, não são lá essas coisas. Nada na jornada faz sentido, e parece que eles mais fogem do que buscam o colega. Apenas o sub-plot do demônio que chama atenção.

E quanto ao final, bem… ele é deplorável em todos os aspectos. Nada faz sentido para variar e inclusive a animação desanda, como se já tivessem desistido. Foi algo tão escroto que minha mente apagou quase todo o ocorrido nesse suposto clímax, possivelmente me salvando assim de uma demência aguda.

Cara… não dá. Se quiserem assistam clips do filme. Tem um ou outro pedaço divertido. Mas recomenda-lo como um todo é literalmente impossível. Seria melhor se tivessem retirado essa ideia de ser adulto, focado mais na animação e investido numa aventura mais dark.

GALERIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.