Resenha: Homunculus

Homúnculos conta a historia de um empresário que perdeu tudo e agora vive de mentiras, negando tudo que diz respeito ao seu passado. Ate sua moradia e uma mentira, pois este dorme em um caro velho estacionado entre um grande hotel de luxo e um parque repleto de mendigos, sem saber se mergulha de vez na decadência da pobreza ou se tenta retornara sua antiga vida de luxuria sem sentido.

Então um dia Manabu, um jovem com uma estranha, aparece na janela de seu carro oferecendo dinheiro para Nakoshi. Tudo o que ele precisa fazer e uma simples cirurgia

A cirurgia se chama trepanação, e consiste na abertura de um buraco no crânio, para que assim o paciente desenvolva poderes sobrenaturais como telepatia, hipnose, etc.

ATENÇÃO: Essa pratica existe de verdade, porem não tentem fazer isso pois o risco de morte e extremamente alto, sem contar que não existe isso de poderes sobrenaturais ganhos com a cirurgia. A pratica da Trepanação atualmente utilizada para drenar hematomas intracranianos ou inserir um cateter cerebral.

Obviamente de inicio nada acontece, mas após um tempo Nakoshi passa a ver homúnculos nas pessoas. Homúnculos por sua vez são monstros com as mais diversas formas, passando por coisas como robôs com foices ate garotas que se partem em vários pedaços.

Manabu então lança a teoria de que Nakoshi tem o poder de enxergar o psicológico das pessoas e ver como elas realmente são.

Se você pudesse enxergas homúnculos? você tentaria entende-los? iria ajuda-los?

Nakoshi então parte em uma jornada em meio a alucinações, monstro, sonhos, lembranças e uma forte interação entre humanos, para tentar descobrir o que fazer de sua vida.

Um verdadeiro mergulho no psicológico humano descrito de maneira brilhante e ilustrado de uma forma impactante e perfeita para prender o leitor do inicio ao fim.

Texto publicado originalmente em 27/07/2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.