Resenha em Massa: Hotel

Ai esta mais uma resenha em Massa, de um dos meus autores favoritos, e do que deve ser minha coletânea de one-shots favorita ate agora =D

Hotel

Gêneros: Sci-Fi, Drama

Hotel sem duvida nos apresenta um tema muito diferente do que estamos acostumados ao falar sobre as consequências da poluição da camada de ozônio. Por ser um tema que parece ter saído de um documentário muitos atribuem este one-shot como sendo algo chato sem nem mesmo ler ele ou procurar mais informação a respeito.

Quem foi por esse caminho infelizmente acabou perdendo um dos melhores one-shots já feitos, se não for o melhor.

Hotel nos conta uma historia onde o homem destrói a camada de ozônio, assim adiantando a extinção da raça humana. Então para preservar o planeta os cientistas criam uma torre para servir de “arca de Noé” e manter preservado o DNA de todos os seres da terra, exceto o dos humanos, para que eles não destruam o planeta novamente. Obviamente isso gera uma serie de protestos e investidas para destruir a torre.

Dentro da torre foi criado um computador com a mais moderna inteligência artificial disponível na época, e a ele foi incumbida a missão de protegera torre contra a humanidade, o tempo e o clima.

Então passamos a acompanhar o computador Louis em sua jornada por um futuro caótico e inserto através de milhares de anos enquanto ele observa as alterações que o planeta sofre ao longo dos anos, alem de evoluir mentalmente, tudo isso banhado ao som de “What a Wonderful World”

Nada melhor para ilustrar isso do que o vídeo feito pelo meu amigo o Judeu Ateu, dono do Mangas Undergrounds.

E faço questão que vocês deem uma olhada no blog do cara porque ele manda super bem nos reviews. mangasundergrounds.wordpress.com

Present

Gêneros: Drama, Sci-Fi, Romance

Tudo começa numa noite de Natal onde uma colegial declara sua paixão por seu professor. Não se enganem, isso não e mais uma historia sobre “pedofilia” com lolis, e sim uma historia de um amor tão profundo que desconhece tanto a idade quanto o tempo.

Anos se passam e a garota acorda numa cama de hospital sem saber o que aconteceu, e descobre que esta gravemente doente, sendo esses seus últimos dias de vida.

Então passamos a acompanhar seu marido, o antigo professor, tentando suportar a dor da tragédia e fazendo com que seu grande amor passe seus últimos dias de vida com um sorriso no rosto.

Uma linda porem triste historia de amor que desconhece limites.

It’s All for Tuna!

Gêneros: Comedia, Sci-Fi

Com um tema pouco comum chegamos em It’s All For Tuna, um one-shot simplesmente brilhante a sua própria maneira.

No inicio temos a impressão de que se trata de uma historia sobre culinária, mais especificadamente, sushi. Porem esse sushi que o garoto estava a comer era a ultima peça de atum no mundo.

O garoto então cresce com um misto de culpa pela extinção do peixe e uma vontade primitiva de provar novamente sua carne. Nisso ele se torna um cientista e passa por uma serie de eventos que variam des de viagens espaciais, prêmios e mutantes, ate “poças de merda”. Tudo isso so para tentar trazer o Atum de volta ao oceano.

Todos os eventos são bizarros e imprevisíveis, em sua maioria gerando uns aos outros, como se fosse um domino, para no fim nos apresentar um final fantástico tão imprevisível quanto o restante da historia.

Tudo isso feito com um humor diferente, porem genial.

Stephanos

Gêneros: Sobrenatural, Drama, Gore

Esse com certeza e o one-shot mais difícil de se falar a respeito por se tratar de um tema religioso, apesar de ser difícil perceber o tema logo de cara. Eu admito que não entendo nado sobre religião…mas vamos la.

Stephanos começa falando sobre uma jovem com gravidez precoce que namora um homem casado e termina de maneira inimaginável com muito sangue e acontecimentos caóticos. Com certeza o one-shot mais pesado da coletânea.

Acho que isso descreve bem o one-shot XD Vou deixar so por isso porque realmente não consigo descrever ele melhor =x So digo que é bem WTF!

Diadem

Gêneros: Ação

E chegamos ao fim da coletânea com Diadem, um one-shot totalmente colorido

A ideia e simples, e uma luta pela liberdade contra um império do mal.

Mas a parte foda e o traço do autor em combinação com as técnicas de colorização da imagem. No inicio o manga e colorido inteiramente com tons de vermelho para mostrar a violência da guerra, terminando com uma fantástica palheta de cores vivas para mostrar a paz e o alcance da liberdade.

Texto publicado originalmente em 02/07/2012

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.