On the Nanquim: Superior

Se você e fã de quadrinhos ao menos uma vez já sonhou em ter algum tipo de super poder, seja algo perigoso, como controlar a gravida, útil, como se teleportar para não chegar atrasado(a), ou… pervertido, como ver a roupa intima de alguém com visão de raio-x. Sei bem que já pensou nisso. Porém, o jovem Simon, apesar de ser um grande fã de super heróis, tem como seu maior desejo voltar a andar. Agora imagine a alegria do garoto quando ele não so consegue ficar em pé, mas correr, voar, usar visão de calor e até mesmo levantar objetos de peso absurdo!

Superior 002 (2011) (Digital) (Zone-Empire).cbr-Superior 002-023

Da noite para o dia, graças ao macaco espacial Ormon (acredite, isso é importante), Simon se transformou por completo no herói Superior, um antigo ícone do cinema que possui os mesmos poderes do homem de aço. Isso acaba gerando alguns problemas para o autor Tad Scoot, responsável pelo papel de Superior nas telonas. O estúdio decide fechar as portas com medo de ser processado, o que leva ao afastamento do ator, que vinha sendo perseguido incessantemente pela mídia.

Superior 001 (2010) (Digital) (Zone-Empire).cbr-Superior 001-016

A única repórter que parece não ter interesse nele e a ambiciosa Madeline Knox, que fara de tudo para descobrir os segredos do herói em busca de fama. Para fechar os personagens temos Chris, o melhor amigo de Simon, e Sharpie, um garoto que vem transformando a vida escolar de nosso herói em um inferno. Parece uma trama simples, bem clichê, quase que incorporando um Shazam 2.0, com o diferencial de que não existem super vilões e um garoto paraplégico de aparentemente 12 anos está preso dentro do corpo do ser mais poderoso da terra, perseguido pela mídia e tendo de lidar com responsabilidades com as quais nenhumhumano jamais sonhou.

Superior 005 (2011) (Digital) (Zone-Empire).cbr-Superior 005-010

Junte isso ao fato de que seus poderes vão durar apenas uma semana, assim atiçando a vontade de se fazer o que e certo o maios rápido possível. E quando chegar o dia fatídico de voltar a cadeira de rodas, o ser espacial retornara mais uma vez para então revelar a verdadeira trama da história. Contamos com um início bem simples, nos lembrando com uma tremenda nostalgia esse desejo antigo de vestir a capa sair por ai lutando por um mundo melhor em grande escala. Na metade da trama o quadrinho se mostra mais maduro ao apresentar temas políticos e humanitários, para então no final descobrirmos a grande e tenebrosa verdade em meio a uma enchente de ação e drama.

Esqueça Kick-ass, Superior e sem dúvida a melhor obra de Mark Millar.

Texto publicado originalmente em 29/01/2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.