Dai 03 – Uma grande adaptação ou remake de outra obra

dia-03

Se você me conhece sabe o quão difícil e essa pergunta. Eu simplesmente odeio adaptações do fundo da minha alma, pois apesar de existirem algumas decentes a maioria e de um nível tão…merda.

Mas não e esse o problema. Se fosse um livro poderia indicar facilmente meu filme favorito, A Vida de Pi, mas não…quadrinhos. Eu não consigo pensar em nenhum que tenha sido adaptado para desenho, anime ou filme e tenha saído algo bom.

Nessa hora, provavelmente, vai aparecer um monte de gente dizendo “Mas e Batman, Vingadores, Homen-Aranha?”, e já deixo clara resposta. Para mim esses filmes não são adaptações e sim novas obras por inteiro. Pegar personagens e um mundo, por mais fiel que seja, para mim não caracteriza.

Mas e então, qual a solução para essa pergunta? Eu juro que pensei por horas, e tinha a resposta na ponta da língua sem saber. Ai não fala que tem de ser de um quadrinho para outra mídia, e se for o contrário?

Pensei e pensei, e perdi mais tempo em vão. Eu conheço quadrinhos excelentes que tiveram suas histórias vindas de outras mídias, porem eu não cheguei a consumir o produto original, logo não acho que seja correto colocar algo aqui nessas circunstancias.

Assim cheguei em minha última opção, o remake. Um quadrinho que após anos foi refeito por outro autor? Fácil. Mas não vamos falar de uma obra inteira, e sim de um arco que nas mãos de Naoki Urusawa se tornou um dos meus mangas favoritos. Falo de Pluto.

Apesar de eu não gostar tanto de Astro Boy, mesmo sendo fanboy do mestre Tezuka, um arco desse manga sempre me chamou atenção. Nele um robô chamado Pluto se erguia perante o mundo e demonstrava sua força descomunal derrotando os mais formidáveis oponentes.

Nas mãos de Naoki, o mestre do suspense, o arco ganha um tom muito mais sério, o que me fez devorar o HQ em apenas 2 dias. Nada mais justo do que colocar essa obra prima, que ouso equiparar a 20th Centure Boys, como a resposta a essa “charada” desgastante.

Texto publicado originalmente em 27/09/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.